Polícia Civil de Itaí apreende crack que seria vendido no Carnaval
Uma operação desencadeada pela Polícia Civil na tarde de terça-feira, dia 1º de março, em Itaí, área da Seccional de Polícia de Avaré, culminou na apreensão de 840 gramas de crack e na prisão de uma mulher por tráfico de drogas.
Por meio de investigação, os policiais da Delegacia local, chefiada pelo delegado Luiz Fernando Rotelli, tiveram o conhecimento de que uma casa na Vila da Paz estava servindo de ponto de venda da droga e de que um carregamento havia chegado para ser distribuído no Carnaval.
Em posse de mandado de busca e apreensão, os policiais foram até a residência, onde localizaram apenas E.C.G, de 20 anos. A equipe também esperava encontrar um dos irmãos dela, identificado nas investigações como principal articulador do comércio de entorpecentes naquele local.
Todos os cômodos do imóvel foram revistados e nenhuma droga encontrada. Entretanto, um galinheiro no quintal chamou a atenção porque o portão estava trancado com cadeado. E.C.G. tentou fugir quando os policiais pediram a chave, mas foi impedida. A reação dela foi a pista que os agentes precisavam: o entorpecente, dividido em várias porções envoltas em plástico transparente, estava enterrado dentro do galinheiro.
E.C.G. foi presa em flagrante por tráfico de entorpecente e encaminhada à Cadeia Pública Feminina de Cerqueira César, onde permanecerá à disposição da Justiça. Segundo o delegado Luiz Fernando Rotelli, E.C.G. não possui passagens pela polícia, mas um outro irmão dela, além da mãe, estão presos por tráfico de drogas.
Participaram da ocorrência o delegado Rotelli e os policiais civis Isaías Ribeiro de Arruda, Danilo Fernandes da Cunha e Luis Antonio de Almeida.


O Delegado Rotelli exibe o entorpecente: crack seria vendido durante o Carnaval


E.C.G. foi presa por tráfico de droga e encaminhada à Cadeia Feminina de Cerqueira César
Postada 02 Mar 2011 por Sabuguinho
[ voltar ]
 

By Net @

Content Management Powered by CuteNews